Languages

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Dussek põe namorados para rir



 
 Telmo Ximenes
Sérgio Maggio

Onde a organização do Terraço Shopping estava com a cabeça quando resolveu chamar Eduardo Dussek para comemorar o Dia dos Namorados? A provocação foi a primeira a fazer as 700 pessoas que acompanharam o show do ator, dramaturgo, diretor, cantor e compositor se dobrarem ao meio em gargalhadas.
— Sabe por que estou perguntando isso? Geralmente, ao fim do espetáculo, tenho a plateia dividida: a metade vaia; a outra vai embora, satiriza Dussek.
Inspiradíssimo, ele mesclou sucessos históricos da carreira, como Barrados no baile e Domésticas, com tiradas afiadas. Com uma taça de vinho em mãos, fez um brinde ao povo nascido em cada região, mesmo aos corruptos.
— Para eles, não! Não são brasileiros.
Depois, colocou toda a plateia para reproduzir o latido de abertura do Rock da cachorra, interpretado a canção numa levada bossa novista.
— A presidenta Dilma pediu para vocês latirem grosso para espantar a crise.
Com o público em mãos, Dussek ficou diante de uma plateia familiar, com crianças sentadas num tapete vermelho e cheios de almofadas.
— Tem até uma vestida de freira?, referindo a uma menina fantasiada de princesa.
Enquanto tocava um bloco romântico, com direito a Rita Lee, Lulu Santos, Roberto Carlos e Tom Jobim, os espectadores embalavam-se no clima “o amor está no ar”, com apaixonados beijos, mãos romanticamente apertadas e súbitas flores que surgiam como a surpresa da noite nas mãos de alguns enamorados.
Neusa, toda trabalhada na seda pura, sentada na primeira fila, chamou a atenção de Dussek. Ex- miss, a jovem senhora assistia ao show, ao lado da mãe Antonieta, com entusiasmo, e virou ponto de diálogo com o intérprete.
— Nossa, a senhora é rica, com essas joias maravilhosas. É a sua namorada? (referindo-se à mãe). Se for, aproveita e se assuma. Viva ao amor sem preconceito!
Dussek conduziu um espetáculo para todos os casais. Paulo Reis e Santiago Farias comemoravam pouco mais de um ano de namoro, enquanto Sandra Lins e Regina Luz algumas semanas.
— Esta é uma sociedade possível, fraterna, tolerante e amorosa. Que lindo Dussek ser o maestro desse encontro de afetos, comemorou Sandra.
 Ao fim, homenageou Neusa, que preferiu não revelar o sobrenome, com uma bitoca. Com cara de felicidade, a plateia pediu para além do bis e saiu com uma cara de felicidade e leveza. Eduardo Dussek acarinhou a todos com um show inesquecível. Se foi isso que os organizadores queriam, ele superou as expectativas.
  

Nenhum comentário: