Languages

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Cru volta pra casa





Sérgio Maggio

 Chico Sant´Anna, Sérgio Sartório e Vinicius Ferreira em Cru: de 16/06 a 18/06, no Teatro Plínio Marcos


Um dos espetáculos brasilienses mais bem-sucedidos dos últimos anos, Cru faz uma parada em Brasília em meio a intensa itinerância, promovida pelo projeto Palco Giratório. Só neste ano, a montagem corre 42 cidades (já fez cinco). Hoje e amanhã, às 21h; domingo, às 20h, no Teatro Plínio Marcos, a peça participa da Ocupação Funarte, projeto pilotado pela Alecrim Produções, que acaba de realizar, com êxito de público e crítica, o Festival de Teatro Brasileiro —  Cena Gaúcha. “Estamos muito felizes de voltar à cidade e nosso sonho é apresentar para casa cheia”, comemora Sérgio Sartório, ator que divide a direção com o dramaturgo Alexandre Ribondi.
O clima de êxtase de Sérgio Sartório foi acelerado com a boa notícia que chegou do Paraná. Cru, o filme adaptado da peça pelo cineasta Jimi Figueiredo, foi premiado no Festival de Cinema de Maringá com estatueta de melhor ator simultaneamente para ele e Chico Sant´Anna. “Nossa, neste ano, não estou parando em Brasília. Quando não estarei em circulação com Cru, pegarei a estrada com Heróis (do Grupo Cena), que viaja pelo Prêmio Myriam Muniz”, brinda Chico.
Dividindo a cena com Sérgio Sartório e Chico Sant´Anna, está o ator Vinicius Ferreira. O trio vive uma história que se passa num interior no país, onde três personagens se encontram num açougue. A dramaturgia de Alexandre Ribondi costura os acontecimentos que envolvem o pistoleiro Cunha (Sérgio), a travesti Frutinha (Vinícius) e o forasteiro misterioso Zé (Chico) numa sucessão frenética de ações.
A montagem, que estreou em 2009, já passou por festivais nacionais, fez uma parada em Milão e angariou 13 prêmios, enquanto o filme segue carreira em mostras nacionais, como a do Festival de Guarnice (Maranhão) e XIX CineSul, e marca a parceria artística de Alexandre Ribondi e Sérgio Sartório, que criaram a Cia. Plágio de Teatro e seguem firme na missão de levar o bom teatro país afora. “A recepção tem crescido de cidade em cidade. Por isso, estamos ensaiando o espetáculo uma vez por semana”, destaca Vinicius Ferreira, um dos melhores iluminadores da cidade e intérprete que cresce no cinema. Em julho, ele será um dos protagonistas do primeiro longa-metragem do cineasta Gustavo Galvão.

Nenhum comentário: