Languages

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Crítica reportagem//Eros Impuro




A peça Eros Impuro, do diretor Sérgio Maggio, encenada pelo ator J. Abreu desperta inquietações sobre o limite entre o erotismo e a arte. O personagem do monólogo é um pintor a beira da loucura, pois produz uma arte amoral e é interpretado a partir do ponto de vista moral das pessoas. O cenário completamente branco e sem muitos elementos sugere um quarto de manicômio. “Um dos objetivos da gente é deixar a dúvida se isso tudo não é um delírio dele”, conta Maggio. Segundo Carlos Chapéu, responsável pela cenografia da montagem, o branco passa a ideia de uma mente humana infantil, em que “as imagens e as histórias ainda estão em branco e cada um tende a completar do seu jeito”.

No final da montagem o ator “contracena” com uma rotoscopia projetada num telão. Esse é o momento de maior dúvida quanto à sanidade do personagem: o espectador não sabe se aquilo realmente está acontecendo ou se são apenas memórias, já que ele conta momentos traumáticos da sua infância. Durante a peça são exibidos quadros com a temática erótica e alguns vídeos pornográficos no telão. Mesmo com algumas imagens fortes, as projeções ficam em segundo plano devido à interpretação envolvente de J. Abreu.

A discussão quanto à ética na arte também é bastante recorrente. Em uma sessão aberta para arte-educadores e estudantes de artes cênicas diretor e ator discutiram os temas sugeridos pelo monólogo. Maggio diz que para ele “a arte não tem de ter moral, ela tem que ter uma ética”, por isso, o diretor se sente a vontade para tratar temas polêmicos como traição, homossexualidade e pedofilia sem abrir mão da ética.

A peça propositalmente deixa muitas dúvidas, com a intenção de despertar discussões. Maggio explica que “a peça discute a pedofilia, mas não de forma direta, porque eu não queria que ela ficasse em primeiro plano. Queria que não ficasse claro, mas eu queria que a questão do abuso sexual entrasse” e Abreu acrescenta que “pode acontecer de todo mundo sair calado ou de todo mundo sair discutindo sobre o que foi que aconteceu”.

O tema tratado na obra de Maggio não é muito presente no teatro brasileiro por ser ainda difícil de ser abordado. Para o ator J. Abreu “o erótico pode ser o que sugere, o pornográfico é o explícito”. Assim, qualquer insinuação pode ser interpretada como imprópria já que, como disse Abreu, “o impuro está na cabeça do homem”. O projeto tem auxílio do Fundo de Apoio a Cultura (FAC) e estará em cartaz no Teatro Goldoni, na Casa d’Itália até o dia 22 de maio.


Eros Impuro

O que: ator J. Abreu discute a relação entre arte e erotismo em monólogo

Quando: de quinta à sábado às 21h e domingo às 20h

Onde: Teatro Goldoni - Casa d’Italia EQS 208/209 (entrada pelo eixo L)

Preço: R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia)

Classificação indicativa: 16 anos

Informações: (61) 3443-0606

Um comentário:

Sérgio Maggio disse...

Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Gente, vamos ao teatro? Hoje, Eros Impuro, no Goldoni http://blogcricriemcena.blogspot.com/2011/05/critica-reportagemeros-impuro_05.html
2 hours ago
»
Arthur Tadeu Curado
tadeucurado Arthur Tadeu Curado
Gente, vamos ver Eros Impuro hoje no Teatro Goldoni?
2 hours ago
»
Correio Braziliense
cbonlinedf Correio Braziliense
Espetáculo Eros Impuro, de @sergiomaggio, no Teatro Goldoni, discute limites entre arte e pornografia. De sexta a domingo, R$ 10 a meia
13 hours ago
»
Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Retomamos hoje a temporada de Eros Impuro no Teatro Goldoni. Vamos? http://tinyurl.com/3m2monq
5 May
»
Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Eros Impuro @campus_online Peça discute limites entre arte e pornografia http://tinyurl.com/3grus99
5 May
»
Alice Zion
alicezion Alice Zion
tem alguém aí afim de ir comigo prestigiar "Eros Impuro"(de @sergiomaggio) no Goldoni??? Presente de aniversário (#23demaio)
4 May
»
Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Apreciação crítica da peça Eros Impuro (Teatro Goldoni): http://blogcricriemcena.blogspot.com/2011/05/critica-eros-impuro.html
4 May
»
Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Em cartaz no Goldoni, Eros impuro inspira blogueiro http://blogcricriemcena.blogspot.com/2011/05/critica-eros-impuro-blog-minhas.html
4 May
»
Sérgio Maggio
sergiomaggio Sérgio Maggio
Espetáculo Eros Impuro, texto e direção de @sergiomaggio, no Teatro Goldoni (208/9 sul), 5ª e sab, às 21h, dom, às 20h. R$ 10 meia.
3 May
»
gizele
gizelechaves gizele
Eros Impuro, texto e direção do incrível @sergiomaggio Texto denso e interpretação impecável de J. Abreu, virei fã! do Maggio eu sempre fui!
2 May
»
gizele
gizelechaves gizele
Super indico a peça Eros Impuro, do querido @sergiomaggio. Em cartaz no Teatro Goldoni, de quinta a sábado, às 21h, domingo, às 20h.
2 May