Languages

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Dramáticos


O drama nosso de cada dia

Pede atenção, intenção, vozeirão

Silêncios, soluços, olhares vazios e fixos

Não existo sem o drama nosso de cada dia

Mesmo que riam pelos poros

Mesmo que atendam o celular no tempo do ápice

Na horinha da morte

Um comentário:

Nani disse...

Adorei, sou megaultraplusdramática